Shetland

A 23 de Junho de 1943 o vapor Shetland navegava junto à costa portuguesa integrado no comboio SL131LX. Do comboio faziam parte mais quatro navios mercantes escoltados pela corveta francesa Renoncule e pelo arrastão armado Sapper. Durante parte do trajecto foram também escoltados por aviões Beauforts e posteriormente um Hudson. Depois de ficarem sem apoio aéreo aproximaram-se do comboio dois bombardeiros Focke-Wulf 200c alemães em acção de reconhecimento. O comandante do Shetland julga que um dos Focke-Wulf foi perseguido pelo avião aliado Hudson, já que por volta das 20.10h apenas um dos aviões alemães retornou e iniciou o ataque.
Bandeira: Inglaterra
Tipo: Cargueiro
Propulsão: Vapor T3 Cyl
Casco: Aço
Arqueação: 1.846 toneladas
Comprimento: 80 metros
Boca: 12 metros
Altura: Desconhecida
Velocidade: 9 nós
Construtor: Ramage & Fergunson Ltd.
Data de lançamento: 1921
Naufrágio
Carga: Diversa
Local: Ao largo de Sagres
Profundidade: Desconhecida
Estado:

A 23 de Junho de 1943 o vapor Shetland navegava junto à costa portuguesa integrado no comboio SL131LX. Do comboio faziam parte mais quatro navios mercantes escoltados pela corveta francesa Renoncule e pelo arrastão armado Sapper.

Durante parte do trajecto foram também escoltados por aviões Beauforts e posteriormente um Hudson. Depois de ficarem sem apoio aéreo aproximaram-se do comboio dois bombardeiros Focke-Wulf 200c alemães em acção de reconhecimento.

O comandante do Shetland julga que um dos Focke-Wulf foi perseguido pelo avião aliado Hudson, já que por volta das 20.10h apenas um dos aviões alemães retornou e iniciou o ataque. O primeiro navio a ser atacado foi o Volturno que seguia na frente do comboio. Foram lançadas quatro bombas que atingiram o navio a estibordo tendo aberto rombos no casco e projecto alguns dos tripulantes ao mar.

O Shetland foi o segundo cargueiro a ser atacado por volta das 20.35h. Das quatro bombas largadas pelo bombardeiro alemão apenas duas atingiram o navio, sendo que uma atingiu o porão n1 e projectou a carga para fora do navio. O comandante do cargueiro disse que julgava ter sido atingido por bombas de 500 libras. Tendo em conta os estragos no navio e a inundação do casco foi dada a ordem de abandonar o navio. Apenas dois minutos depois do bombardeamento os navios salva vidas já estavam na água.

Depois de uma inspecção em torno do navio deu-se pela falta de quatro dos tripulantes que nunca vieram a ser encontrados. Por volta das 20.40h, apenas cinco minutos depois de ter sido atingido, o Shetland adornou completamente para bombordo, virou-se e afundou de seguida.
Os 30 sobreviventes foram recolhidos pela corveta Renoncule e chegaram ao porto de Plymouth a 3 de Julho de 1943.

Desconhecido. A localização exacta do navio não foi ainda descoberta. Sabe-se por registos diversos que o navio se afundou ao largo de Sagres. Apesar de terem sido feitas algumas buscas o navio não foi ainda localizado.
Está nos planos da Subnauta iniciar brevemente a sua busca, recorrendo ao side scan e magnetómetros, no fim do corrente verão.

1130x100 novo footer grey 

  

SUBNAUTA – Comércio e Aluguer de Embarcações e Artigos Náuticos, SA
Rua Eng. José Bívar Edificio Scorpius - Loja B 8500-806  Portimão,  Algarve,  Portugal.
  info@subnauta.pt | Tel.: +351 93 557 7000 | +351 93 557 7001 | +351 93 557 7002 | www.subnauta.pt

© Copyright 2015 SUBNAUTA – Comércio e Aluguer de Embarcações e Artigos Náuticos, SA  | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por AMICAIA

Protected by Copyscape Plagiarism Detector   DMCA.com Protection Status